Derby da Seda

De UBRwiki
Ir para navegação Ir para pesquisar
Derby da Seda
Hute Prateji Football Club 51 vitória(s), 165 gol(s)
Sociedade Politécnica Esportiva Maridrásquia 45 vitória(s), 138 gol(s)
Empates 42
Total de jogos 138
Total de gols 303
editar

O Derby da Seda (também conhecido como: Derby Master de Kayev, Derby dos Uttakheses, Árvore x Areia) é um clássico de futebol disputado na cidade de Kayev, na Maridrásquia, entre o Hute Prateji Football Club e a Sociedade Politécnica Esportiva Maridrásquia. É considerado o maior clássico de Kayev e o maior de Grinquercheve no quesito rivalidade.

Origem dos Clubes[editar | hide all | hide | editar código-fonte]

Escudo do Hute Prateji Football Club
Escudo da Sociedade Politécnica Esportiva Maridrásquia

O Hute Prateji Football Club (significa Estrela Negra em Keruwa Grinquerchevo) é um clube fundado em 25 de Yohan de 5930, na cidade de Kayev. Foi criado por operários imigrantes da indústria de tecidos Romayavi, em sua maioria, uttakheses, que se encontravam para jogar o futebol no final dos expedientes. A ideia de se criar uma agremiação esportiva veio de Salim Ali Fahhar, que nesse dia em 5930 criou o Hute Prateji. Os jogadores do clube, em sua maioria, eram uttakheses estabelecidos em Kayev, e começaram a disputar torneios amadores regionais, se destacando em alguns. Em 5932, ganhou pela primeira vez a Taça Amadora de Kayev, a maior competição de futebol na época, na qual ganhou outras 6 vezes até se tornar profissional, em 5955. Seu estádio é o Continental da Avenida Comunidade de Ja'ahidah, no bairro de Omeliv, o bairro com o maior número de imigrantes Uttakheses em Grinquercheve.

A Sociedade Politécnica Esportiva Maridrásquia é um clube fundado em 05 de Mezel de 5934, na cidade de Kayev. Criado como um clube da antiga Universidade Antwanista de Engenharia, Tecnologia e Eletrônica de Kayev (hoje Instituto Tecnológico Federal de Kayev), logo se viu um potencial na equipe, que disputou a Taça Amadora de Kayev pela primeira vez em 5935, e ganhou esse torneio outras 2 vezes (5941, 5950). A maioria dos que estudavam na universidade eram da alta classe de Kayev, que entravam com mais facilidade por terem se formado nos melhores colegiais da cidade. Logo, a maioria dos jogadores eram filhos de donos de grandes corporações da cidade, em especial temos Martire Anderevik, que era filho do dono da Romayavi, que virou dono dessa empresa depois de se aposentar, em 5976. Manda seus jogos no Monumental de Kayev, um moderno estádio localizado dentro do Campus do Instituto Tecnológico Federal, em um bairro nobre de Kayev.