Länrätäöki

De UBRwiki
Ir para navegação Ir para pesquisar
Kylmättä Länrätäöki

'

 
—  informação  —
Capital Aleinnake
Maior cidade Aleinnake
Governador Nooa Kulmala (L)
Língua oficial Mättä Padrão Oriental
Línguas Mättäöki
Representantes 14
Senadores 4
Limites Inejongivea (norte); Oceano Reoten e Saarenvea (sul); Hallestein (leste) e Kiviltivea (oeste)
Área
 - Total 180 212,5 km²
População (6000)
 - Total 1 043 826
Informações
Fuso horário UTC 0\+1--> (UTC)

O Estado de Länrätäöki é o maior Estado de Kylmätta por area. é localizado no sul do país, sendo o unico estado que tem uma costa inteiramente ao Leste da passagem de Saarenvea, o estado é onde se encontra a fronteira com Hallestein.

Historicamente, o estado já foi dividido em multiplos governos territoriais menores, com o Exército Imperial Mättä possuindo uma parte muito maior no desenvolvimento dessa área do que em outras áreas do sul Mättä. esse papel elevado continuou mesmo depois da região ser conectada por ferrovias diretamente a baia Mättä, já que a área era a base de operações pelos lentos avanços do império Mättä para o que é hoje Hallestein, com o interesse de exercer influencia e eventualmente controlar completamente os portos abertos de Nëm, no que é hoje o sul de Ushktëp.

mas antes de qualquer real avanço nessa área, uma gigantesca rebelião começou na Dämiake äshe, a Marca Dämiak, causando um choque ao Syndimättäne, levando o regime Wernista no norte de Hallestein a invadir, e juntamente com uma revolução republicana em Inejongivea e uma revolução radical reformista em Kaksimertani, o Império se tornou efetivamente incapaz de controlar suas dispersas terras, e o exército se viu na posição de tomar controle da provincia pra impedir que os soldados protegendo o Império morressem de fome.

o exército se sentiu desconsiderado e esquecido pelo império, e acabou se tornando aliado do governo revolucionário Inejonge, formando o Estado Mättä-Inej, precedente da República de Kylmättä, que iria se aliar com a República Popular Mättä, o estado resultante da revolução reformista no oeste, junto com o Governo Próvisório Provincial de Enlelnetä e a Aliança de Saarenvea, criando então a Frente Unida Mättä para repelir o ataque de Hallestein, que foi empurrada até o rio que hoje forma a fronteira entre o estado-nação criado pela Frente Unida, Kylmättä, e o Estado Wernista de Hallestein.